Adubação: correção x manutenção

Gessagem agrícola
Gesso agrícola: para que serve?
17 de julho de 2021
Sintomas de nematoides x Sintomas de deficiência nutricional
Nematoides x Deficiência nutricional: o que você precisa saber?
29 de julho de 2021

Adubação: correção x manutenção

Você sabia que existe mais de um tipo de adubação?

Aqui vamos explicar a diferença entre dois tipos distintos: adubação de correção e adubação de manutenção.

Após a análise e correção do solo, o próximo passo é seguir para recomendação de adubação. Deve-se analisar as faixas de classificação de acordo com os teores de cada um dos nutrientes no solo, por meio da interpretação, classificando-os em: muito baixo; baixo; adequado; médio; e alto.

A partir daí, devemos analisar os dois tipos de adubação a seguir: CORREÇÃO x MANUTENÇÃO!

Tipos de adubação

ADUBAÇÃO DE CORREÇÃO 🡪 tem como função corrigir a fertilidade do solo para padrões pré-estabelecidos. Busca transformar um solo com baixa fertilidade em um solo fértil e repõe os níveis de nutrientes do solo, criando melhores condições para o desenvolvimento das plantas.

  • É utilizada, principalmente, para P e K;
  • É indicada para solos com faixas do nutriente em muito baixo, baixo e médio;

Mas o que devo levar em conta neste caso? 

  • Devemos observar o nível de fertilidade a ser alcançado!
  • E o grau de exigência do nutriente pelas culturas que se pretende cultivar na área a ser adubada. Vejamos dois casos de culturas pensadas para determinada área e sua exigência em relação ao P:

  1. Soja, milho, feijão e trigo 🡪 de forma geral, será mais exigente em P, portanto deve-se investir em mais fertilizante fosfatado para o solo.
  2. Pastagem e arroz sequeiro 🡪 culturas menos exigente em P.

ADUBAÇÃO DE MANUTENÇÃO 🡪 tem como função repor os nutrientes absorvidos pela planta. Compreende as perdas de nutrientes e o que foi exportado pelas plantas.

  • É indicada para solos com faixas do nível do nutriente em adequado e alto;
  • Busca atender os diferentes potenciais produtivos das culturas nos diferentes sistemas;
  • É feita a cada plantio de uma nova cultura;

Mas o que devo levar em conta neste caso? 

  • Devo levar em conta a expectativa de produtividade a ser alcançada!

Por que a adubação de manutenção é importante?

  • Para evitar o decréscimo do nutriente no solo e fazer sua reposição. A falta de adubação de manutenção é uma das principais causas de perda de produtividade.

Tendência: quanto maior for a produtividade esperada = maior deve ser a adubação de manutenção, até a máxima produtividade.

OBS.: Sempre devemos interpretar o nível do nutriente baseado na ANÁLISE DE SOLO.

“Sua colheita será resultado da combinação de adubo (conhecimento) + atitude (empenho) no solo (sua vida)” 

Daniel Henrique

FONTES: 

EMBRAPA 

SOUSA, D. M. G. de; LOBATO, E. CERRADO: Correção do solo e adubação. EMBRAPA Informação Tecnológica, 2ª edição, 416 p., Brasília – DF, 2004.